Para quem vai passar o Natal sozinho

Quando fomos à viagem dos sonhos, e estávamos andando pelas ruas de Londres em pleno outubro, entramos em um bar com cara de Londres.

Era um bar fechadinho, com poltronas de veludo. Uma atendente que sabia tudo das cervejas locais. Um senhor que resolveu sentar ao nosso lado para conversar e uma senhora de cabelos já branquinhos que dormia sentada em uma poltrona verde, que lembrava a do Papai Noel. Segundo o senhor que sentou ao nosso lado, ela era parente da rainha.

Mas o que também me chamou a atenção neste lugar foi a lista de presença para o Natal. Sim, lá já começa em outubro. O senhor nos explicou que como vem muita gente sozinha, sem parentes, morar em Londres, muitos não tem como voltar para suas famílias para estas comemorações mais intimas e acabam indo para os bares locais.

A gente aqui no Brasil não faz muito diferente, até quem tem parentes passa a ceia com a família e se joga na balada pela madrugada afora. Mas lista em outubro, gente o lugar é concorrido!

Eu nunca passei Natal sozinha, acho que não me daria bem com isso. Mas se um dia acontecer, acho que eu compraria uma ceia para mim, ou pelo menos uma cesta de Natal. Arrumaria a mesa e colocaria Música, clip ou um DVD preferido. Com certeza uma balada para ir! Vai que encontra outro sozinho por aí? Assim também daria para passar o tempo mais rápido enquanto me arrumava. E se a preguiça batesse, uns filmes com o tema seriam ideais.

Eu faria o lugar! Tentaria um dia diferente, feliz!

Memórias de Taibelle